Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 24 de junho de 2012

"Primeiramente estranha-se, depois entranha-se.."




Acredito que viver é tentar, e que acreditar é viver.

Parto então desse ponto, onde você se reflete sobre o que é realmente acreditar. Ao meu ver, acreditar é ter fé, é possuir esperança, em alguém ou alguma coisa. Se você não acreditar que pode ganhar você acaba desistindo de tentar e a cada coisa que desistimos é um pedacinho de morte de quem podemos nos tornar no futuro.  Esperança é essencial mesmo que as vezes não sejamos recompensados diretamente pelo nosso foco, pois nem mesmo você consegue agradar a todos ou atingir a todas expectativas em ti depositadas, somos falhos e errôneos, isso é o que faz de nós seres humanos, homem, criatura racional que as vezes esquece de racionar, mas a questão é que, se decepcionar com algo ou alguém não é o final do mundo, mas sim inicio de acreditar em algo diferente ou dar-se uma chance de acreditar na mesma coisa de antes, com um pequeno detalhe, ACEITANDO, aceitar em vez de imaginar, pra mais ou pra menos, se permitir conhecer e acreditar, aceitar decepções e erros, próprios ou de outros, afinal repito: somos sinônimo de falha.
Aceite, acredite, tente, tenha fé, deposite esperança.. VIVA.

sábado, 23 de junho de 2012

Só um bocado de gosto em você

Confesso que não queria, ou melhor, que não achava que você pudesse se encaixar em tudo o que eu queria e não queria pra mim ao mesmo tempo. Depositei expectativas, apostei sim. Não ganhei no final, confesso aqui e agora também, mesmo que assumir minhas perdas não seja meu esporte preferido. Mas sabe, ganhei outras coisas quando você começou a fazer parte da minha vida, coisas que eu não sei muito bem explicar e não creio que seja necessário porque o que importa pra você saber, é que você é uma grande parte da minha vida e eu continuo rindo das suas piadas, sorrindo quando você fala algo gentil e ficando irritada quando você some, somos assim, você e eu, foi assim e é assim agora, não importa onde chegamos contanto que tenhamos chego em algum lugar, que tenhamos percorrido um caminho juntos independente de como esse caminho se chame. Você foi o erro que eu mais gostei na vida de cometer e se precisar cometo mais mil vezes só pra poder sorrir ao te ver novamente.