Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Mais uma lorota da Berenice

Nunca sei sobre o que vou começar a escrever, é literalmente como uma página em branco.
Sem plano, sem destinação, e sem saber o alvo a ser atingido.

Hoje não é diferente, mesmo sendo. Acordei precisando de mim. Precisando de minhas decisões, dos meus olhares direcionados aos caminhos todos que se entrelaçaram com a minha história.

Sei que você, já teve um dia assim, aquele em que você fica frustrado por não saber o que fazer pra sair do lugar, acaba se sentindo um hamster na rodinha, fiquei assim umas horas, pensando em coisas aleatórias, então minha mãe me chamou pra ir na cozinha, é, só ir na cozinha, ela não me falou nada demais lá, só conversamos, nos damos bem, bastante e amo ela demais e essa coisa toda que vocês sabem, então, mais tarde voltei a pensar e lembrei de uns meses que fiquei longe dela, longe de casa, coração apertado, saudade transbordando e se em algum momento fiquei questionando a vida, parei, pra poder agradecer. Afinal tenho tudo a minha volta, tudo o que é necessário pra me fazer feliz, pra me apoiar quando eu precisar, pra rir quando eu contar minhas lorotas. Saúde, família, amor, amizade e ser solidário, podem ser o conjunto que completam alguém, pelo menos pra mim tá de bom tamanho. E pra ti Berenice?

Termino o texto de hoje desse jeito: Deus, desculpa se peço mais do que agradeço.


Nenhum comentário: